Cão em apartamento

cachorro-apartamento-4407

A Constituição e o Código Civil não proíbem a permanência de animais num apartamento e, se a lei não proíbe, então ela permite.

Assim, algumas leis de condôminos permitem animais de pequeno porte o que ao meu ver é uma lei feita por quem não entende nada de animais.

Se eu criar uma araponga ou um galo no meu apartamento darei mais aborrecimento aos vizinhos do que criar um cão da raça dogue alemão cuja característica é de latir pouco, bem menos que um pinscher, por exemplo.

Outro ponto mostrado pelos advogados que defendem animais em apartamentos é que, em palavras simples, o lar de um homem é seu castelo e esse pode ter o que quiser dentro dele, desde que não infrinja o Código Civil e a Constituição Brasileira.

Muitas pessoas desistem de lutar pelos seus direitos achando que vão perder nos tribunais, mas o que se vê é cada vez mais juízes dando ganho de causa aos donos e aos seus animais.

Mas lembre-se: você deve manter sempre a política de boa vizinhança. Não deixar seu cão latir atoa, manter seu cão preso a guia quando usar áreas comuns do condomínio, usar o elevador de serviço e não deixar seu cão fazer as necessidades fisiológicas em qualquer lugar, etc. Assim você mostrará que respeita o direito do seu vizinho e conquistará o seu de ter um animal de estimação.

Anúncios

Maus-tratos – o que fazer?

mautrato2

Sempre pessoas me ligam dizendo que sabem ou conhecem um caso de maus-tratos, mas não sabem o que fazer ou a quem recorrer.

O primeiro passo para resolver qualquer problema é o diálogo. Obviamente que dialogar com o tipo de pessoa que sobre tal barbaridade é raro, mas não impossível. Se este for possível com a pessoa que está praticando o mau-trato, faça-o de imediato. Não filme seu vizinho matando o cão pra depois postar na internet e fazer a denúncia depois que o animal estiver morto.

mautrato1

Se preciso for faça a notícia crime de maus-tratos à polícia. Não é preciso ser advogado nem pertencer a alguma entidade protetora para fazer uma ocorrência de maus-tratos. Você pode ir até a delegacia mais próxima e fazer um B.O. (Boletim de Ocorrência). Se possível, leve uma testemunha com você. É possível ainda pedir sigilo da sua identidade. Em caso de envenenamento, leve exame toxicológico e laudo do veterinário. Você não será autor do processo e sim o Estado, pois o Estado é quem tem a tutela sobre os animais.

mautrato3

Ouço muitas pessoas dizerem que foram até a delegacia e o escrivão fez chacota do caso ou disse que não era da alçada da polícia. Se o escrivão não quiser lavrar o boletim peça para falar com delegado de plantão. Se no final, nem o delegado cumprir com o seu dever, leve o caso ao MP (Ministério Público) – que atua como “controlador externo” das atividades de polícia – através de um simples ofício escrito, narrando o ocorrido.

O maior mau-trato é ficar indiferente diante a essa situação…

Educação

shutterstock_214586524

Fui chamado numa casa
Pra um comportamento corrigir
E lá fui eu dizer a sua dona
Como ela, deveria agir.

O seu cão um vira lata
Bem sapeca e esperto
Não adiantava mais dar tapa
pois corria até no teto

Me sentei e conversando
Sua dona ia dizendo
Não aguento este desmando
O que será que to fazendo?

Nisso entrou uma garotinha
Já correndo e gritando
Na sua mão uma bonequinha
Olhou pro cão e foi jogando

Enquanto eu tentava
Tranquilamente explicar
A criança só gritava
E a mãe desesperada
O que sabia era gritar.

Tentei por varias vezes
O assunto retomar
Já era o cão e a criança
Bem na sala de estar.

Respirei fundo
Aumentei o tom da voz
E num silencio de um segundo
Iniciei em tom feroz

Nunca vi tão despreparo
Numa educação familiar
Quase nunca eu reparo
Mas sinto muito lhe informar
A senhora, só terá dominio no seu cão
Quando sua filha EDUCAR.

Vamos passear, mas onde?

passeio1

Muitas pessoas me perguntam onde podem levar seus cães para passear.

Como cidadão você tem o direito de frequentar qualquer local que seja aberto ao publico e que não possua placas proibindo a presença de animais.

O parque de exposição – se preferir, a Expoagro – é um local onde muitos levam seus cães para passear, mas alguns reclamam que seus cães pegam muito carrapato, principalmente quando andam na grama. Para não ter que alterar o local da caminhada, você pode protegê-lo colocando produtos a base de Fipronil ou coleiras antipulgas e carrapatos.

passeio3

Outro local que os proprietários levam seus cães para passear é o Poli Esportivo, apesar de um placa proibindo a permanência de animais. Alguns cidadãos reclamam ou tem medo da presença de cães, enquanto outros são indiferentes.

passeio5

As praças de Franca também são locais agradáveis para levar o totó para passear, praça central, praça da Capelinha e a praça e o Bosque dos Angicos no Bairro São Joaquim também são ótimas opções.

passeio4

No litoral, existem praias que permitem a presença de cães, já outras não, ambas identificadas com placas (ou pelo menos deveriam estar sinalizadas).

Nas grandes cidades, as praças e os parques também são sinalizados quando proíbem a presença de animais. Em algumas existem os “cachorrodromos” locais específicos para os donos e seus cães passar. Neste local se mantém a politica de boa vizinhança, na qual os cães mais tranquilos se socializam e os mais nervosinhos ficam presos às guias, mas mesmo assim algumas brigas são inevitáveis.

passeio2

Bom, independente do local do passeio, segurança, respeito e educação devem ser SEMPRE levadas com vocês. Cuidados como recolher as fezes de seu animal sempre que este se aliviar, é obrigatório. Lembre-se: se saiu de seu cão, é seu também, rs!

Estalinho

Aqui em Franca já vi muitas pessoas passeando com o cão na rua e armados com um pedaço de pau. O objetivo e afastar cães de rua que tentam se aproximar ou até mesmo brigar com seus cães.
 
Bom, aproveito para dar uma dica de como manter os cães afastados, mas em que seja preciso machucá-los. Leve no bolso alguns estalinhos (biribinhas) – daquelas que estouram ao entrarem em contato com o chão – e assim que ver um cão se aproximar, jogue o estalinho no chão, repito, NO CHÃO, assim ele irá fugir.