Abra a boca e diga aaahhh…..tem tártaro aqui!!!

dog-10

O cara tinha um chulé horrível.
Sua esposa adotou um cão de rua, mas o coitado tinha tanto mau hálito que ela tinha medo que seu marido resolvesse devolvê-lo, então ela comprou um monte de petiscos de menta e outras coisas que prometiam um hálito perfumado para o cão.
Um dia ele chega em casa e logo vai para o quarto, tira os sapatos e as meias e vai para sala de TV.
Sua esposa chega com o cãozinho ainda mastigando os petiscos e resolve mostrá-lo e diz:
— Olha meu amor que lindinho!! (aproximando o cão do rosto do marido) Adivinha o que ele ta comendo?!
— Minhas meias! responde rapidamente o marido… rsrs

plaque05

Mas o que é que o cãozinho tinha que produzia um hálito de chulé?

O tártaro é o acumulo de placas bacterianas nos dentes. As bactérias vão se organizando e produzindo toxinas, ocasionando serias infecções nas gengivas. Nos animais que não possuem escovação periódica, elas se formam de maneira rápida e intensa. Além dos sinais visuais onde os dentes apresentam placas, o mau hálito é um dos fatores que fazem com que o dono perceba que está na hora de uma boa limpeza dentária. A presença do tártaro nos cães pode ter consequências sérias, desde a má alimentação onde a dificuldade de mastigação ou trituração de alimentos fazem o cão sentir dores na gengiva ocasionando a perda do apetite, até o aparecimento de doenças cardíacas.

Todos os cães numa determinada fase da vida terão que passar pela limpeza dos dentes, por isso sempre que for ao veterinário se informe se está na hora de fazer este procedimento. Não deixe para muito tarde pois já vi veterinários que assim que acabam de tirar o tártaro do dente do cão este caí, e chegam a conclusão de que o que estava segurando o dente era apenas o tártaro.

Mas como prevenir a formação do tártaro nos dentes do seu animal de estimação? Existem petiscos, ossinhos artificiais, biscoitos e até rações especiais que ajudam a evitar o acúmulo de placa bacteriana, mas o melhor ainda é a escovação. Por isso, desde pequeno incentive a aceitação do uso de escova dentária no seu cão, e assim no futuro ele terá bem mais saúde e você não sentirá no bolso.

tropiclean-oral-care-water-additive-contra-tartaro-co-gato-10763-MLB20034296711_012014-O

MAU-HALITO-DOS-CAES-BAFO-DOS-CACHORROS

Anúncios

Higiene é fundamental

shutterstock_156899147

Esses dias atrás, o meu amigo Altair Matos me perguntou o que eu achava de pessoas que deixam seus cães comerem seus restos no próprio prato ou panela.

Com animais temos que ter cautela quanto a algumas atitudes. É difícil se conter em algumas delas, pois nós que gostamos deles, somos impulsivos e muitas vezes as fazemos até mesmo sem ver.

Por exemplo, deixar nosso cão ou um desconhecido lamber nossa cara e às vezes nossa boca. Temos que lembrar que esta língua também lambeu o próprio órgão genital ou de algum outro cachorrinho, rs. Ela ainda lamba outras substâncias e secreções na rua.

Assim como deixar seu cão comer na panela ou lamber seu prato pode levar você a contrair bactérias que podem causar infecções de difícil tratamento, além de feridas e fungos de difícil trato. A boca de um cão com tártaro pode ocasionar muitos problemas não só em você, mas nele mesmo.

Sem dizer que fornecer restos de comida humana a um cão pode gerar distúrbios gástricos, queda de pelo, aumento de pressão arterial, entupimento de veias causado por gorduras, alergias e intolerância a algumas proteínas, aumento excessivo de peso.

A higiene nessa época em que vivemos devem ser consideradas primordiais. Veja que até os antibióticos estão sendo controlados, por que será?

Porque nesse século bactérias e vírus estão cada vez mais resistentes. Realmente a higiene se faz necessária. Quem tem esse tipo de contato com cão deve vermifugar-se e vermifugar o cão, mantê-lo com os dentes limpos e banhos constantes.

Assim quando fomos surpreendidos com uma lambida na cara não ficarmos preocupados e sim felizes.

Cheiro de cachorro

cao cheiro

Um dos problemas de se ter cachorro vivendo dentro de casa é o cheiro que fica no ambiente.

Nós que convivemos, já nos acostumamos, mas as pessoas que nos visitam às vezes deixam escapar um “nossa que cheiro de cachorro!”.

Segue algumas dicas de como resolver ou amenixar esse probleminha:

– Deixe a casa sempre ventilada, deixe o ar circular;
– Mantenha o cão com banhos semanais;
– Aspire a casa regularmente com aspirador de pó, assim vc retira todo pelo que fica nos cantinhos.
– Lave roupas ou tapete adicionando vinagre ou bicarbonato na lavagem;
– Os cobertores que seu cão usa pra dormir também devem ser lavados periodicamente.

Seguindo essas dicas você evita que sua casa fique cheirando cachorro, rs.

A importância do banho e tosa

tosa4

Antigamente se achava que a tosa era apenas uma questão de estética, mas hoje, viu-se que faz parte da higiene canina. Por isso, raças que apresentam pelos longos, frequentemente, necessitam dela. A tosa é necessária em cães de raças como Lhasa Apso, Poodle, Shitsu, entre outras.

Existem dois tipos diferentes de tosa canina: grooming que é a tosa habitual feita em Pet Shop, em que o pelo pode ser aparado com tesoura ou cortador e o trimming mais específica, sendo feita para eventos importantes como feiras e exposições, em que serão analisados itens de estética da raça apresentada.

A tosa deve ser feita por um profissional da área, por isso, antes de mandar o seu melhor amigo para o Pet Shop conheça a equipe de profissionais que vai cuidar dele. Não deixe seu cachorrinho ser tosado por qualquer um. Visite o estabelecimento e confira as condições de higiene e como eles tratam os outros animais.

tosa2

Outro dia vi uma pessoa solicitando indicação de onde encontraria o serviço de banho e tosa mais barato. Na verdade, ela deveria solicitar onde encontraria o melhor serviço de banho e tosa.

Geralmente alguns locais usam o mesmo tipo de shampoo pra qualquer tipo de cão ou seja um shampoo neutro que é usado tanto para pelos pelos longos, curtos, oleosos, brancos, pretos. Eu optei por ter vários tipos de shampoos, utilizo um shampoo de limpeza intensiva para os mais anginhos em seguida utilizo um shampoo especifico para o tipo de pelo.

Se o pelo for branco, uso o branqueador óptico, se for preto ou escuro uso um apropriado. Em seguida utilizo o condicionador separadamente e finalizo com livon que restaura os pelos e é um ótimo protetor solar contra a ação dos raios ultra violetas. A secagem é feita manualmente até que o cão esteja realmente seco.

tosa1

Existem algumas raças como Cocker ou Schnauzer que devem ser tosadas, aproximadamente, a cada 45 dias. Depois deste tempo, a pelagem volta a crescer. Mas raças que têm a pelagem mais longa podem ter a tosa entre o terceiro ou quarto mês. Épocas de muito calor como o verão, a tosa é recomendada, já que os pelos esquentam muito. Se possível, evite a tosa no frio, para que seu amigo fique mais protegido e quentinho.

A tosa higiênica é aquela feita nas patas, barrigas e a região íntima. A tosa nas patas proporciona segurança para o cachorro andar. Na região anal é indicado para que as fezes não fiquem presas ao pelo e na barriga para evitar que o pelo fique muito embaraçado. Por isso, periodicamente, peça que seja feita a tosa higiênica no seu cachorrinho.

GNP.PETS.1.081709.RW

Então recapitulando:

– Tose o seu animal, somente em locais que você tenha confiança.
Lembre-se de que tem muitos Pets Shops que maltratam o cachorro, por isso, cuidado é fundamental;
– A tosa é importante para manter a limpeza e a higiene do cãozinho.
Existem vários tipos de tosas no mercado, inclusive a tosa estética para deixar o visual do seu melhor amigo mais bonito e descolado. Já pensou em investir neste tipo de tosa? Existem vários modelos e que vão deixar o seu cachorro lindo! Se não quiser, lembre-se fazer a tosa higiênica no seu cãozinho ou a normal.

Cão com mau cheiro

dog1

Cachorro fedorento é um problema! Parece exagero, mas dizem que o cheiro do seu cão é o cheiro da sua casa. Portanto, é importante que você mantenha seu cão sempre limpinho e cheirosinho!

Cães adoram rolar em carcaças de animais mortos, fezes de herbivorose, lixo e tantas outras coisas mau cheirosas. Pior será se você tiver aqueles cães com dobrinhas, como os sharpeis ou mastins. Neles é necessário ter maior cuidado com a higienização.

dog2

O mesmo acontece com cães muito barbados, pois resíduos de alimentos podem grudar nos pelos do animal e provocar mau cheiro. Mas afinal, como dar um jeito de por fim ao mau cheiro?

Antes de por o cão debaixo do chuveiro ou da mangueira, é essencial inspecionar o animal e ver nos mínimos detalhes o que é preciso ser limpo. Se mesmo limpo o cheiro continue, pode haver alguma ferida embaixo da pele, dos ouvidos e dentes.

dog3

Se o odor continuar, então o melhor a fazer é levá-lo no veterinário para certificar a saúde de seu animal. Talvez ele possa estar com problemas nas glândulas anais, na garganta ou no ouvido.

Lamber, morder e coçar compulsivamente. O que pode ser?

lam1

Ao tentar determinar os motivos que seu cão está lambendo ou mordendo excessivamente, veja se algo está causando desconforto físico.

Outro problema é se o cão não estiver produzindo hormônios da tireoide suficientes ou eliminando muito cortisol, o que pode causar infecções de pele. Você pode notar manchas pequenas e vermelhas e seu cão pode coçar ou lamber como se estivesse incomodado.

lam2
Uma pessoa ansiosa ou com distúrbio psicológico pode roer as unhas, torcer os cabelos, se alto flagelar, e os cães também podem ter respostas físicas para distúrbios psicológicos. Na verdade, alguns cães desenvolvem uma doença semelhante ao transtorno obsessivo compulsivo humano. Ele pode se manifestar como coceiras, lambidas ou mordidas que podem causar feridas e até mesmo mutilação. Quando seu veterinário já investigou todas as causas físicas e todas foram descartadas, é hora de pensar em tratar o psicológico do seu cão. Geralmente cães com transtorno obsessivo compulsivo são cães entediados , sem atividade física ou que sofrem estresse causados por donos agressivos.

lam3

Fazer atividade física e dar brinquedos que estimulem a movimentação do cão são os primeiros passos para o tratamento. A procura de um profissional que oriente a melhor maneira de tratar também se faz necessário. Então siga os seguintes passos:

• ELIMINAÇÃO DE PARASITAS.
• MUDANÇA ALIMENTAR.
• USO DE MEDICAÇÕES INDICADA PELO VETERINÁRIO

O bebê está chegando. O que faço com o meu cachorro?

bb cao2

O bebê chega e atrai boa parte da atenção da família e o cão pode sentir toda essa mudança, pois antes ele era o centro das atenções e agora passou a ser coadjuvante. Procure prever as mudanças que ocorrerão com a chegada da criança e tente adaptar o cão a elas, gradativamente. Evite alterações radicais.

Um cão que convive com a família pode temer ser expulso do grupo com a chegada de um novo integrante na matilha, pois ele depende da família pra sobreviver. Por isso, o cachorro costuma se manter muito atento, observando como os outros agem e como fica a situação dele à medida que novos fatos acontecem. Reduzir gradualmente a atenção é a melhor maneira de se proceder.

bb cao1

Se o cão não vai poder entrar no quarto da criança, melhor iniciar o condicionamento antes da chegada do bebê. Na presença da criança, sempre procure dar petiscos, carinho e atenção ao cão. Em pouco tempo, ele perceberá que essa proximidade significa coisas legais.

Em vez de ficar enciumado, se entreterá com guloseimas ou com o que de bom acontecer e passará a gostar de ter o bebê por perto. Os agrados ao cão e os petiscos podem ser dados por uma pessoa, enquanto outra segura o bebê, sem problemas.

bb cao3

O importante é algo agradável ocorrer sempre que o bebê estiver por perto. Associar o cheiro da criança com coisas boas aumenta as chances de o cão, ao se encontrar com ela, considerá-la parte da “matilha”. Esfregue alguns panos no bebê e coloque-os em locais estratégicos, agradáveis para o cão, como embaixo do prato de comida dele e nos locais onde ele gosta de cochilar. Assim, enquanto come e dorme, o cão sente cheiro do neném.

Seguindo essas regrinhas você terá um ótimo companheiro (a) para seu filho, por muito tempo.