Mãeee eu quero um cachorro!

shi

No último final de semana aconteceu em Franca a primeira feira do setor pet na cidade. Foi um grande encontro de empresários do setor pet expondo seus produtos e serviços, evento este muito bem recebido pela população de Franca.

Nesta feira além de montar o estande de meu pet apresentando produtos e serviços, levei alguns filhotes da raça Shih Tzu para venda. Entre olhares de curiosos que apenas admiravam os filhotes uma senhora com marido e o filho pequeno entraram no meu estande e me solicitando informações sobre a raça iniciando assim uma negociação para compra do filhote.

A criança estava toda entusiasmada, querendo muito aquela pequena bolinha de pelo. Sua mãe um pouco contrariada, mas como toda mãe, não querendo desapontar o filho. Entre uma conversa e outra ela disse:
– Olha meu filho você quem vai cuidar! Eu não quero nem saber!

Perguntei o nome da criança e em seguida quantos anos ela tinha. Me disse que tinha 5 anos
Então voltei minha atenção para senhora e simpaticamente, para não ofendê-la, disse:

– Não, não é ele quem vai cuidar! a senhora quem vai cuidar, colocar comida, água, recolher a fezes, levar para tomar banho, para vacinar, etc. A senhora não pode deixar toda responsabilidade para uma criança de 5 anos. Ele quem vai dirigir até o pet shop levando o filhote para o banho? Ele quem vai cuidar das datas de vacinação dele? Ele terá o cuidado de recolher as fezes do cão sem fazer bagunça?

Por isso eu sempre digo: pense bem! Você pode até dar algumas atribuições para criança e cobrar com firmeza a responsabilidade que lhe foi dada, mas não toda a responsabilidade.

Tudo isso vai influenciar no caráter da criança, ele não pode achar que todo animal é descartável. Por isso, melhor pensar bem se realmente vale a pena, se o cão vai te trazer mais alegria ou mais tristeza!

Ela olhou pro marido e disse:
-Ele tem razão! vamos pra casa e amadurecer a ideia melhor?
Uma mulher que também estava no estande me olhou de cima embaixo e quando o casal deixou o estande ela me disse:
– Você acabou de perder uma venda por ser tão franco.
Daí eu respondi:
– É! mas acabei de salvar um cachorrinho!

Filho de peixe…

filho2
Esta semana aconteceu em Franca a Expocães 2014, durante a Expoagro. Acho que foi o melhor evento que a feira proporcionou este ano (rs).

Dia em que cães e donos vão para disputar uma medalha de primeiro lugar. Uns vão para massagear seus egos recebendo a confirmação de que possuem um cão de raça pura. Outros vão apenas para se divertir, socializar com seus cães e conversar com pessoas que pensam da mesma maneira. Pessoas que não possuem cães também participam levando seus filhos para conhecer raças grandes, peludas, pequenas e minúsculas.

Como todo ano, levo alguns dos meus cães e outros deles são de clientes que me pedem, pois acham que se comportaria melhor na pista se estivessem na minha mão.

Meu filho Fellipe participou pela segunda vez. Na primeira que foi, o danadinho apresentou nossa Golden Retriever Andora que ganhou até mesmo do cão da mesma raça que eu apresentava na pista. O legal é que ele não só mostrou o cão, mas o colocou em posição armada, ou seja, na posição que destaca os atributos que a raça ter para competir.

filho1

Este ano deixei que novamente apresentasse nossa Golden Retriever Andora e o Dobermann de um cliente. E ele se saiu muito bem, demonstrou profissionalismo, atitude, humildade e respeito, não só com os participantes, mas também com os animais que apresentava.

As apresentações lhe renderam o primeiro lugar na raça Golden Retriever, campeão reservado na raça Dobermann e o 9° lugar no Best In Show melhor de todas as raças. Quem foi, achou incrível uma criança tão pequena dominar um cão tão grande.

Parabéns aos proprietários e aos cães que participaram. Ao Gustavo Estrela, organizador da Expocães e, principalmente, ao meu filho Fellipe que me encheu de orgulho me mostrando que estou no caminho certo, não só na educação de meus cães, mas também na de meus filhos!