10 Desculpas planejadas de “donos” que não planejaram

doar1
Pessoas impulsivas me ligam todos os dias querendo que arrumem lar para seus cães. Planejaram errado e o que era pra ser um prazer virou um peso, um objeto e se desfazer é a solução que eles encontram. Se tivessem pensando antes, nada disso estaria acontecendo. Segue abaixo as 10 desculpas mais comuns e o que costumo às vezes dizer ou pensar. Espero que seja útil aos que pensam em ter um cão.

1- Vou dar meu cão, pois minha casa é de aluguel e venceu o contrato e pra onde vou não pode ter cão. Tem que ser alguém responsável, viu Dino?! E tem que ser rápido, pois mudo essa semana!
(Dar um rottweiler de cinco anos em menos de uma semana?).

2- Comprei um cachorrinho pro meu filho (a), mas é só eu que cuido e não tô tendo tempo de cuidar de casa, marido, filho… Estou morrendo de dó, mas fazer o que, não é?!
(Será que quando comprou só era ela e o filho?)

doar2

3- Comprei um cão e agora estou doando o cão por falta de espaço. Coitadinho fica preso direto, eu morro de dó!
(Esqueceu que o cão iria crescer?)

4- Comprei um cão e estou doando porque o coitado só fica preso, ninguém sai com ele. Morro de dó, mas não tenho tempo mesmo. Será que quem pegar me deixaria ir visitar sempre que puder?
(Interessante, tempo pra sair com cão não tem, mas para ir visitar, sempre que puder, tem?)

5- Comprei um cão, mas saio para trabalhar às 6 horas e volto às 20 horas, tenho dó de deixá-lo sozinho. Será que ele vai sentir minha falta?
(Bem, aposto que vai sentir falta do portão abrindo às 20 horas)

doar4

6- Estou doando esse pit bull porque meu filho vai nascer e você sabe o que estou pensando, não é Dino?!
(sei sim, cachorro preso, atenção toda para a criança, ninguém dá bola para o cão, cão vai estressando e “pensa”: “foi só este pestinha chegar que eu vim para o fundo do quintal ficar preso nessa corrente, quando eu escapar elimino a concorrência”)

7- Estou doando meu cão porque estou grávida e o médico pediu para não ter cachorro por causa da toxoplasmose.
(Hum entendi! Ele pediu pra você não ir em praças, parar de comer verduras, desinfetar a mão com álcool pra cumprimentar as pessoas e usar máscara de gás também?)

8- Estou doando meu cão porque meu filho é alérgico tem renite e o medico mandou eu tirar tudo que tenha pelo.
(Tony Ramos teve filhos?)

9- Dino, quero doar meu cão, ele está com 10 anos, mas começou a dar muita despesa, pois fica doente demais e não tô conseguido arcar com os remédios. Deus me livre de cão velho é só despesa! Se souber de alguém que queira!
(Ok meu amigo vou ver, um abraço! e tomara que você viva muitos anos)

doar3
10- Comprei esse “LAVRADOR” mas, nossa ele é muito bagunceiro destrói tudo que vê! Se souber de alguém que queira, mas olha tem que ser para alguém que cuide, ok?!
(Aposto que o nome dele é Marley…)

Planejar antes é o melhor a se fazer, animais não são objetos!

Imagens de Apoio? Prefiro palavras de Apoio!

rott1

Sinto muito pela família da criança, sinto muito pelo dono do cão e sinto muito pelo rottweiler.

Vendo a reportagem de capa do ‘Comércio da Franca do dia 31/05/2014 (sábado) resolvi comentar, pois quando acontece uma infelicidade de um cão atacar alguém as pessoas querem sempre uma opinião minha. Alguns ficam parados em silêncio olhando o que um “especialista” irá dizer, seja para apoiar ou “cair de pau” me chamando de idiota ou ignorante.

Muitos sabem que sou fiel naquilo que acredito pelo menos até que me provem o contrário. Tenho minha opinião formada e antes de obter minha opinião me baseio em fatos, vivência e isso tudo adquiro a cada dia. No meio em que trabalho vivencio situações do cotidiano canino onde algumas encaro com naturalidade outras com repudio. Respeito todas as opiniões, pois elas também foram formadas a partir de informações que a pessoa tem ou por vivência, mesmo que poucas ou pequenas. Mas o que se espera é que as pessoas tenham o bom senso de mudar assim que obtêm algo mais concreto do que elas tinham até formarem sua primeira, sua segunda ou terceira opinião. Como disse certa vez, no Brasil existem os experts de plantão que são especialistas no assunto do momento e as idiotices e o que vejo de comentários sem nexo são sem noção, como: “essa raça foi criada em laboratório”; “o rottweiler tem o cérebro grande demais e sua cabeça não comporta”; “esse cão é o demônio, eu vi num filme em que o demônio reencarnava nele”, e assim por diante.

rott

Uma emissora de TV me ligou solicitando um rottweiler para coletar imagens de apoio, poderia ser qualquer só tinha que ser da mesma raça e que era apenas para completar a reportagem. Sugeri que pegassem imagem de um ser humano qualquer representando a irresponsabilidade. Será que, quando um padre ou pastor comete pedofilia ou um politico é acusado de corrupção, eles pegam imagens do papa para usar de apoio ou de qualquer politico pra representar a corrupção? O ser humano acha que é Deus, julga, condena e mata o que lhes convém.

Um casal joga uma criança da janela de um apartamento, uma filha mata os pais dormindo, ladrões matam um bebê no colo da mãe porque estava chorando, são presos e logo voltam pra sociedade. Um cão mata uma criança e em 10 dias é condenado a morte. Agora muitos estão dizendo do alto do monte olimpo onde moram os deuses: adota ele Dino, leva pra viver com seus filhos! Sim, eu levaria, se tivesse mais espaço, pois eu, como adestrador, assim como muitos que os tem, sabemos os cuidados que devemos ter com certas raças. Pessoas que repudiam a raça são pessoas que tem acesso apenas as más informações, textos de repórteres bem redigidos com palavras fortes rebaixam a raça, formam opiniões e alienam a população.

Onde estava esta mídia a 15 anos atrás quando minha Rottweiler Kaoma fazia o trabalho de terapeuta, visitando asilos, cheches e hospitais? Onde estavam quando lancei meu livro contanto toda a histária dela? Com certeza atrás de sensacionalismo! Mal sabem eles que tive uma rottweiler sensacional.

Veja o vídeo e entendam um pouco mais do que estou falando:

Tudo depende do ponto de vista

rotw1
Sempre que adestro procuro ensinar o dono também. Cães não vem com controle remoto onde é só apertar os botões e os comandos vão sendo obedecidos. Requer exercícios do dono e fazê-lo copiar meus trejeitos, minha tonalidade de voz e gestos esta é a lição mais difícil. Ou seja, é daí que surge a frase “Adestrar o dono é o pior”. O dono sempre faz tudo diferente do que você pede, sempre acrescenta uma palavra a mais no comando, se posiciona de maneira errada, chega até a gritar com o cão.

Referindo a este assunto, lembro de um rottweiler chamado Thomaz no qual obedecia prontamente meus comandos chegando a andar solto ao meu lado pelas ruas movimentadas da avenida Dr. Ismael Alonso Y Alonso. Thomaz era um rottweiler daqueles magros tinha um problema no coxo femoral que o fazia mancar de vez enquanto. Mas seu dono era uma peça rara.

Um dia fui passar os comandos e o jeito de conduzir Thomaz ao seu dono e lá fomos nós numa caminhada descontraída e conversando um pouco de cada coisa e entre meio a conversa eu ia mostrando como se dava os comandos: “junto”, “alto”, “senta”, “deita”, “fica”, “aqui”. Este era o básico que Thomaz obedecia lindamente. Num dado momento da caminhada passei a guia para seu dono e fui mostrando e corrigindo o que ele fazia de errado.

Pedi para que ele batesse na perna esquerda e desse o comando “junto”
(onde o cão inicia a caminhada ao lado do condutor). E o que ouvi do dono foi: “juntinho Thomaz! Vamos passear bonitinho!”. Tentei por várias vezes corrigir, mas em vão nada tirava da cabeça do dono aquela frase meiga e singela, rs!

Então pedi algo mais fácil, pedi para que mandasse o “senta” e ouvi:
“senta para descansar Thomaz, senta!”, seguido de tapinhas carinhosos no traseiro de Thomaz kkk. Bom… Vamos tentar o “deita”, pensei. Posicionei o dono corretamente e disse agora é só pedir dizendo apenas “DEITA”. Não teve jeito, “deita para ‘nanar’ Thomaz, cadê a barriguinha do meu moleque?”, kkk!

Depois de várias tentativas, em vão, de adestrar o dono, voltamos para casa e numa última tentativa já no portão de sua casa, pedi para que ele soltasse Thomaz da guia e falasse “CASA”. E o dono disse:

– Esse ele faz que é uma beleza, olha para você ver! VAI BEBER ÁGUA THOMAZ!

Thomaz correu pra dentro da casa e foi direto na vasilha de água depois de uma caminhada de quase uma hora…

E, olhando pra mim, o dono diz:

– Dino! Eles são muito inteligentes já pensou?! Eu chego da rua com ele, depois da caminhada mando ele beber água e ele vai!

Realmente ELES são muito inteligentes kkk!

A Importância do nome

cao100
Quando se estuda psicologia animal automaticamente você estuda parte da psicologia humana, pois vários comportamentos errados dos animais são causados por comportamentos humanos. Você sabia que a escolha do nome do seu cão revela muito da personalidade do dono?

O nome dele pode revelar sua maneira de ser, pensar e agir, entre outros detalhes associados com seu estilo de vida. Alguns adestradores de competições de shutz ou mondiring gostam de usar nomes fortes para seus cães, Átila, Aço, Baruk, Gaya, pois acreditam que pode influenciar no temperamento dos cães. Mas estamos falando do temperamento do dono.

Existem animais que são chamados de Mingau, Choquito, entre muitos outros. Pessoas que escolhem nomes de cães inspirado em comida pode significar que gosta da culinária e a comida é vista como uma forma de expressão.

Os nomes comuns e tradicionais do tipo Rex, podem estar associados a uma personalidade conservadora pessoas com boa memória decididas que resolvem questões sem complicar.

Já os nomes complicados podem revelar uma personalidade criativa, pessoas que fogem do tradicional gostam de se destacar ou até mesmo chamar a atenção. Os bem humorados batizam seus animais com nomes engraçados como já presenciei e adestrei o Baú e a Gaveta dois vira-latas simpáticos.

Pessoas que escolhem nomes relacionados a natureza tipo: Sol, Lua, Brisa revelam gostarem das coisas naturais, também pode mostrar interesse em trilhas, caminhadas e outros passeios que mantém contato com a natureza.

Já animais com nome de pessoas, demonstra uma personalidade amigável, de fácil aquisição de amigos, pessoas que mantém lembranças de amigos do passado ou até mesmo homenagem a um.

Você lembra do nome do seu primeiro animalzinho de estimação? sabe porque escolheu esse nome?

O nome do seu primeiro animal estimação é tão importante que a maioria das pessoas usam como pergunta de segurança para cadastro de senhas. Viu o quanto é importante?

Cuidado, cão bravo! E dono irresponsável

placa-cuidado-cao-bravo-1Toda vez que entro no portal GCN ou em outro portal e me deparo com uma notícia de um cão que atacou um adulto ou criança na rua por irresponsabilidade do próprio dono, fico pensando nos motivas de uma lei para endurecer contra quem não tem responsabilidade em ter um cão de guarda.

Não é só pra quem tem pit bull ou rottweiler, mas sim pra quem tem cães agressivos e mal educados. Cães que possuem donos frouxos, lentos de raciocínio são incapazes de prever o perigo que tem em casa. Um cão que ataca alguém na rua quando escapa sofre mais punição do que aquele que é responsável por ele, no caso seu dono.

Ter um cão de guarda é como possuir uma arma e toda arma necessita de alguém treinado em porta-la, pois pode disparar e quando uma arama dispara pode ferir você, alguém de sua família ou terceiros. As pessoas têm de entender que um cão verdadeiro, não é um cão de porcelana. Cada um tem a sua personalidade e dela depende a educação e treino que se terá de dar, de modo a se tornar no seu melhor amigo, e não numa potencial arma.

Sem titulo

O que está faltando são leis bem elaboradas e diretas onde o dono responde criminalmente pelo ato do cão. Mordeu? Cadeia para o dono e indenização pra vítima e ponto final! Crime inafiançável. Assim as pessoas pensariam muito antes de possuir um cão de guarda e não providenciar sua educação. Iriam parar de comprar cães apenas pra massagear seu ego.

Uma casa que possui um cão de guarda, deveria ter um portão de contenção, onde o cão é impedido de aproximar do portão de saída da casa.

Ter um cão é uma responsabilidade muito grande, se não a possuem ou não estão dispostos a investir no animal, façam um favor, deixem de vaidades e não os tenham.

A arma mais perigosa do mundo é a ignorância.