Respire

Gizelda e Lila são prova de que respirar é o que um líder precisa para equilibrar as emoções e passar confiança

Gizelda e Lila são prova de que respirar é o que um líder precisa para equilibrar as emoções e passar confiança

Sempre digo para meus clientes: “respire”! A respiração durante exercícios de liderança faz com que o cão sinta que você esta sob controle emocional.

É muito comum vermos donos dar ordens zangado ou com tom de voz descontrolado. Se até eu consigo identificar frustração na voz do proprietário quando ele agi assim, imagine o cão, rs.

Por isso, quando a pessoa respira fundo antes de dar um comando este controla os batimentos cardíacos, o nivel de adrenalina e a firmeza da voz.

Outro grando problema é ficar repetindo insistentemente o comando não deixando o cão processar o pedido. Portanto, antes de cada comando, controle a respiração.

Anúncios

Aula de socialização

aula4
Na feira pet que aconteceu em Franca dias 30, 31 de maio e 01 de junho, resolvi organizar uma aula de adestramento em grupo para socializar os cães da feira e ensinar donos qual a maneira certa de segurar e conduzir seus cães e algumas noções de educação.

Ouvi rumores de que eu iria quebrar a cara, que se acontecesse algum acidente tipo uma briga entre cães eu iria me f****, rs.
aula2
Quando se é um profissional de verdade, sabemos o que estamos fazendo e toquei adiante minha ideia. No dia marcado. Reunimos mais de 30 cães na feira para tão esperada aula.

Nesta aula mostrei aos donos de como manter o cão quieto próximo a eles, como andar e condicionar o cão a não arrastar, como faze-lo parar de querer brigar com outros cães.
aula3
No incio alguns cães estavam muitos agitados outros muitos bravos, mas fui mostrando que o problema estava nos donos e não nos cães e a cada minuto que passava e os exercícios eram executados. Donos que se mostravam mais nervosos, foram se acalmando e assim também seus cães.

Lembro de uma proprietária de um Spitz que disse que era impossível fazer seu cão ficar perto de outros, calar ou parar de querer encrencar com os outros cães que ali estavam, ela chegou a querer abandonar a aula mas insisti que ficasse e no final se surpreendeu!
aula1
Foi uma aula muito proveitosa. Fui mostrando que o comportamento gerado pelo cão dependia desde a maneira com que ele segurava a guia, como se posicionava parado, até a maneira como respirava. Ao final estávamos lado a lado, ombro a ombro com os cães tranquilos ao lado de seus donos.

Quero agradecer a Premiatta rações que apostou na ideia. Obrigado ao amigo Sergio Carneiro pela parceria.

Parabéns aos corajosos donos!!

‘Dino, você doma cavalos’?

cavalo2

Nunca tentei, mas se tivesse tempo e local creio que conseguiria. Todo animal que um bom adestrador vai trabalhar tem que ser conhecido pelo mesmo e como dizia meu pai “o pai de burro está ali na estante, pegue para ler e fique sabendo”.

Ler e se informar é muito importante, principalmente quando se vai ao desconhecido e ter a humildade de dizer que não sabe. O que sei sobre cavalos é que o homem se comunica quase inconscientemente com ele. Pelo odor que exala.

Sei que, assim como lidar com cães, dependendo do seu estado de espirito, você libera odores que podem ser reconhecido por ele. Assim como o cão faz, impedindo sua aproximação e conquista do seu aluno, um cavalo pode ficar arredio ou agressivo dependendo do seu estado de espirito

Existe um proverbio que diz: “O homem confiante faz o cavalo confiante”. Os cavalos sentem o espirito do cavaleiro e reagem com ele. Um cavalo ao ser montado sabe perceber se o cavaleiro é experiente ou não somente pelos estímulos que este lhe passa. O cavalo possui células receptivas no seu dorso ou seja em todo corpo e reage a cada estimulo ou toque.

Afagar é uma forma de comunicação entre homem e cavalo, estreitando os laços de comunicação. Existem alguns tipos de doma, as mais famosas são a doma racional e uma que me chamou bastante atenção foi a doma índia, pela comunicação corporal entre o domador e o cavalo.

Veja o vídeo abaixo, muito encantador.

Isso que é ‘adestrador’!

cao
Recebo muitos vídeos de animais fazendo coisas que as pessoas ficam pasmas com tamanha inteligência. Um dos últimos que recebei veio com a seguinte frase: “veja Dino, isso que é adestrador”. As imagens mostram uma cadela olhando uma bicicleta, e o que tudo indica, o fato se passa na China. No vídeo ela está sentada parecendo vigiar a bicicleta de seu dono e quando este se aproxima, ela sobe sozinha na garupa e segue caminho deixando quem passa por ali de boca aberta. O vídeo ganhou uma grande repercussão mundial

“Que lindo!”, “o cão é fiel mesmo!”, “Deus abençoe!” e outras palavras lindas são definidas nos comentários dos internautas.

Fiquei pasmo, pois num país onde cães servem de alimento, encontrar imagens de ternura e companheirismo entre cão e dono é algo raro.

Mas o que parecia ser lindo tem um desfecho horrível. Eis que recebo as imagens verdadeiras onde o dono está agredindo a cadela que talvez por algum motivo o desobedeceu. Ele o faz ali mesmo na rua sem compaixão sob os olhos das pessoas. Um adestrador de verdade não precisa usar de tamanha crueldade para ensinar truques a um cão. Um adestrador de verdade tem que ter dentro de si uma grande paciência, conhecer seu “aluno”, saber suas limitações, aprender com o aluno também faz parte. Um adestrador de verdade possui uma cumplicidade com seu aluno e um respeito para com o dono do cão.

O verdadeiro adestrador passa a verdadeira confiança a ambos, aluno e proprietário.

E confiança é um ato de fé e este dispensa raciocínio.