Xixi pode, xixi não pode

xixi

Hoje vou falar sobre aqueles produtos que atraem ou repelem o cão a fazer xixi em determinados lugares, os chamados Pipi Pode, Pipi Não Pode.

A primeira coisa que é preciso saber sobre tais produtos é que eles não fazem milagres sozinhos. É preciso que você participe ativamente da educação do seu cão.

Agora, vamos a eles. O Pipi Pode, produto que atrai o cão geralmente é feito a base de amônia e ureia, ou seja, nada mais que xixi engarrafado, pois são químicos encontradas na urina de vários seres vivos, inclusive na de seres humanos. É por isso que quando você pinga o produto no tapetinho ou no jornal é como você estivesse marcando o território, deixando ali um lembrete para o filhote de que é ali o local para se fazer xixi.

Estes componentes químicos também são encontrados no nosso suor, o que explica porque os cães fazem xixi em tapetes de banheiro, pois quando você sai do banho molhado pingam algumas gotas de água do seu corpo nele. Outro local que os cães adoram é a lavanderia. Respingos de água de sabão, que contém amônia, caem ali formando um grande território marcado.

Já o Pipi Não Pode, ao contrário do que o conhecimento popular, não irá repelir o cão ou filhote de fazer xixi naquele local. O que realmente ele faz é desmarcar, tirar o cheiro do lugar onde o filhote fez o xixi, fazendo com que ele procure um novo local para fazer suas necessidades.

Se caso você esteja cansado de usar esses produtos você pode usar o próprio xixi do seu cão para marcar o local a ser usado. Já para desmarcar locais que ele está acostumado a usar, pode-se utilizar a Citronela que não possui amônia ou ureia e tem cheiro mais agradável que o Pipi Não Pode e produtos similares.

Caso queira repelir o cão de determinado local já existem no mercado os chamados Bloqueadores, produtos feitos especificamente para repelir o filhote impedindo que ele faça suas necessidades ou até fique no local, como tapetes, carpetes, sofá, cortinas, etc.

Bom, agora que já aprendeu para que serve cada produto, mãos a obra no condicionamento do seu filhote.

Anúncios

Quem leva quem pra passear?

foto 01

Ele puxa pra lá, ele puxa pra cá. A guia embaraça nas suas pernas e quase você vai pro chão. Passa um motoqueiro ele fica de pé, dá aquele tranco pra tentar correr atrás e quase te mata de susto. Cada pessoa que passa perto, ele quer pular cheirar e quando vê outro cão quer logo brigar.

A maioria dos cães que fica confinado em quintais é porque o dono perdeu o gosto de passear, pois o que era pra ser um lazer vira um sofrimento.

Aposto que você se familiarizou com a situação. Assim é o dia de caminhada de quem não tem um cão bem condicionado a andar preso à coleira.

O condicionamento vai desde o momento em que você sai na rua. Se você deixa seu cão atravessar o portão primeiro e andar na sua frente ele entende que esta conduzindo a caminhada e ao arrastar pensa que está decidindo que caminho seguir.

Um bom exercício é andar com o cão em linha reta e quando ele começar a puxar você dar meia volta bruscamente, mudando de direção obrigando ele a te seguir. Vá mudando de direção até que ele comece a esperar e olhar mais vezes pra você.

Andar faz bem para o coração principalmente de maneira harmoniosa.

foto 02
Boa caminhada!!!