Medo

cao medo

É bastante comum eu receber ligações de donos dizendo que seus cães desenvolveram um medo inexplicável da chuva ou até mesmo medo de não se sabe o que. Isso mesmo, alguns cães, do nada, começam a ficar ofegantes e babar, tremer, andar em círculos, etc.

Vale lembrar que alguns cães que sofrem de epilepsia podem ter crises quando estão com medo. Alguns nem chegam a convulsionar, mas ficam ofegantes e com sintomas de medo, pupilas dilatadas, tremores e andando de um lado pro outro.

Para alguns basta o tempo fechar para a sessão de tortura começar. Mas porque isso acontece?

Bom a maioria dos casos que presenciei, o cão tinha passado por um momento difícil durante uma tempestade e seus donos não estavam em casa. Foram barulhos, vento e chuva que causaram medo no cão. Mas há também problemas genéticos que fazem o medo se desenvolver um pouco mais tarde no cão.

É importante acostumar o cão desde pequeno a barulhos, estouros, estampidos para que ele encare de maneira natural esses barulhos. Uma brincadeira legal é colocar balões cheios de petisco para que o cão os estoure e a cada explosão ele seja recompensado.

É importante agir de maneira natural perto do cão. Isso inclui não acariciá-lo, pois tentando acalmá-lo você esta reforçando o comportamento.

Lembre-se associe situações boas e agradáveis a toda situação de barulho extremo ou ao menor sinal de tensão ou com medo. Caso esteja vendo que a situação esta piorando converse com veterinário ou adestrador!

Salve seu cão na Copa

cao torcedor

Um cliente tinha um Fila que não podia ouvir o grito de gol. Era só ouvir essa palavra e ele corria feito um desesperado para dentro de casa, saia derrubando tudo que encontrava pela frente, tentava entrar em lugares minúsculos, armários, guarda roupa tudo em busca de um local seguro longe dos fogos que vinham a seguir.

Mas porque este medo?

Alguns cães nascem com temperamento forte sem medo de estampidos são ótimos cães para serem usados em forças policiais, trabalhos em campo de futebol, são cães treinados desde pequenos a não terem medo de barulhos.
Ainda filhotes brincam com bexigas cheias de ar com petiscos dentro e ao conseguirem estoura-las são recompensados automaticamente após o barulho, associando o estampido a um prêmio, então qual cão louco por guloseima não adoraria ouvir um barulho de fogos?

Mas infelizmente nossos cães conhecem alguns desses barulhos ainda tarde e sem esperar e quando se assustam alguns donos tentam acalma-los fazendo carinho, pegando no colo, abraçando o que não deixa de ser um reforço, prêmio por estarem se sentindo com medo então passam a ter medo pois são recompensados por isso.

Nesta época de Copa do Mundo o melhor e preparar um local seguro para seu cão. Cães nessa época do ano fogem muito, por isso, coloque uma placa de identificação nele, pois caso ele fuja, alguém possa identifica-lo e entrar em contato com você.

Converse com um veterinário sobre algum calmante ou sedativo que poderia ministrar. Outra dica é colocar algodão nos ouvidos do cão, coloca-lo dentro de um local seguro e ligar o som bem alto geralmente uso música clássica, fecho a porta e deixo num volume que abafe total ou parcial o barulho dos fogos.

Se seu cão for pequeno ele se sentirá seguro dentro de uma caixinha de transporte. Evite deixar seu cão em locais tipo sacadas pois ele pode se jogar de lá durante o desespero. Mantenha os portões fechados. No dia dos jogos forneça alimentação balanceada, mais leve para evitar distúrbios gástricos, como vômitos e torção gástrica. Bom, seguindo essas dicas você evita uma série de problemas para você e principalmente para seu cão.

Bom jogo!