Vou viajar, onde deixo meu cachorro???

shutterstock_199220807

Chegou final de ano e a viagem em família se faz necessário, mas alguém da família sempre fica para trás. Daí surge a pergunta: onde posso deixar meu cachorro?

Os hotéis para cães são cada vez mais comuns, mas poucos com qualidade. Por isso segue dicas pra você escolher o melhor para o seu amigão.

Verifique se o local é limpo e tem espaço no canil e se estes são individuais. Muitos hotéis deixam os cães misturados. Isso pode levar a brigas e acidentes desagradáveis e seu cão se machucar para valer.

Se for chácara coloque protetores antipulga e anticarrapato. Verifique também se fica responsáveis no local inclusive fins de semana.

Caso nenhum canil te agrade, contrate uma babá de cachorro que irá duas vezes por dia na sua casa tratar do seu peludo. Geralmente os veterinários tem alguém de confiança para indicar. O mesmo vale para os hotéis caninos.

Seguindo essas dicas você poderá viajar tranquilamente enquanto seu cão tira ferias de você, rs.

Anúncios

Pequenos prazeres

cao prazerQuem me conhece há tempos sabe que eu tinha uma rottweiler que adorava andar de carro, não podia ver um com porta aberta que logo entrava, colocava a pata pra fora parecendo aqueles policiais da Força Tática.

Ela adorava sentir o vento na cara enquanto a baba que saia de sua boca molhava o vidro da porta traseira. Isso mesmo, Kaoma adorava se sentar na frente, ao meu lado. Ali ela curtia o passeio. Entrava no carro sem ter que abrir a porta, bastava dizer “entra”, ela saltava pelo vidro. Mas qual o motivo desse prazer? Tem explicação?

Claro que sim! Os cães gostam de participar ativamente da vida dos proprietários. Como o carro faz parte da nossa rotina, eles querem estar juntos conosco, sem falar que os deslocamentos levam a lugares interessantes, como os parques. O vento produzido pelo veículo em movimento é um prazer à parte, como se as novidades do mundo entrassem pela janela do carro. Além refrescar, ele traz consigo odores variados, que ativam o sistema olfativo do animal, estimulando sua curiosidade e desejo por descobrir e conhecer coisas, pessoas e animais novos.

Cães que saem de carro apenas para irem direto ao veterinário tomarem vacina, costumam adquirir medo, pois sabem que vão ser levados para tomar uma agulhada. Então, não se assuste se um dia o cão pegar a chaves do seu carro com a boca e latir pedindo para vocês darem uma volta.