O que é desvio de comportamento?

lisa4

Lisa é uma daquelas cadelinhas que já nasceram rejeitadas e por isso sempre apresentou um medo incomprendido por seus donos Vanessa e Gabriel, que adotaram-na ainda filhotinha numa feirinha de cães

Desde filhote ela tremia muito, sempre com rabinho entre as pernas e o casal sempre tentando encontrar uma solução para tal problema levando-a ao veterinário sempre que ela tremia. Lisa sempre morou com Thor um labrador preto lindo bagunceiro, amigável o que ajudava no controle emocional de Lisa.

Gabriel e Vanessa resolveram contratar meus serviços e iniciamos um adestramento diferente socializando com outros cães. Lisa foi aprendendo a lidar com o medo, mesmo assim era uma cadela imprevisível e às vezes se assustava com barulhos, pessoas que andavam atrás dela e até mesmo o barulho do vento forte.

lisa5

Lisa fugiu no dia 25 de março num daqueles atos repentinos onde a pessoa que foi buscá-la para um banho não esperava e em disparada sem rumo atravessou a Avenida Alonso y Alonso em Franca próxima a rotatória dos antigos calçados HB – hoje MRV – sumindo entre o matagal que ali se encontra.

Mas porque sabemos que Lisa tinha um desvio de comportamento? Desvio de comportamento num cão pode ser considerado quando o mesmo foge as regras de socialização de matilha ou característica de uma determinada raça. Por exemplo: o padrão da raça, por exemplo da Rottweiler, pede para que o cão seja de temperamento firme, sociável e ao mesmo tempo desconfiado com desconhecidos sem medo de barulhos ou tímido. Um cão da raça Boder Colie deve ser ativo brincalhão com vontade de pastorear. Um Labrador tem que ser alegre, amigável sem medo, carinhoso.

Tudo que fugir do temperamento exigido pela raça é considerando um desvio de comportamento. Um Rottweiler medroso, um Boder preguiçoso um labrador agressivo seriam cães com desvio de comportamento. Mas e Lisa, de que raça ela é?

lisa3

Lisa era uma mistura que ao certo não se sabe, pelagem tigrada, peito branco, pelas características ela tinha um pouco de Fila, Pit Bull e até mesmo Boxer. Cruzamentos assim podem gerar cães com desvios de comportamento, ao mesmo tempo que pode acentuar uma qualidade pode acentuar um problema.

Por isso é importante que cães sem raça definida sejam castrados. Aliás, não somente os sem raça, mas todo cão cujo dono o quer apenas para companhia e não criação, deveria ser castrado evitando assim cruzamentos errados ou com outros cães com desvio de comportamento. Sabendo disso Gabriel e Vanessa já haviam mandado castrar Lisa.

Fique atento ao seu cão, geralmente ele pode apresentar algum desvio de comportamento mais tarde nos machos quando entram na fase adulta e nas fêmeas logo após o primeiro cio. Medos, pânicos, agressividade em demasia, hiperatividade, tudo em excesso pode ser considerado desvio de comportamento. Procure um profissional e avalie seu cão.

lisa2

Quanto a Lisa?!, ainda estamos a sua procura, se você a ver ligue (16)99972-9217 e fale comigo.

Obrigado!

Anúncios

O QUE É CIO, PAPAI?

dogs_weddingO garotinho chega pra mãe e diz:
– Mamãe, posso levar a Baby pra passear?
– Não meu filho, ela está no cio! (responde a mãe pacientemente)
– O que é cio mamãe?
– Pergunta pro seu pai.

O filho vai até o pai que está na garagem trabalhando no carro e indaga:

– Pai!? Eu queria levar a Baby pra passear, mas a mamãe disse que ela está no cio. O que é cio?

O pai pega uma esponja molhada em gasolina, passa no bumbum da cachorrinha e diz:
-Pronto meu filho pode ir.

Meia hora depois volta o filho apenas com a guia e a coleira na mão.

O pai pergunta:
– Cadê a Baby meu filho?

– Então, papai. A gasolina dela acabou ali na esquina, mas não se preocupe que o pastor alemão do vizinho está trazendo ela guinchada (kkkkk).

Vamos aos fatos

A cadela está na puberdade quando ela tem seu primeiro cio. Ele ocorre entre sete e 10 meses de idade, na maioria das raças. O cio é a época de “namoro” da cadela. Fora deste período ela não aceita a cobertura do macho. Nesta época os hormônios estão à flor da pele e o humor da cadelinha pode mudar de acordo com o ciclo de menstruação dela. Há casos de cadelas que vivem juntas muito tempo, mas quando acontece algum descontrole hormonal, desencadeia então, brigas e as tornam inimigas mortais, precisando da intervenção de um especialista em comportamento canino.

A castração ajuda muito a controlar distúrbios hormonais e ajudar no temperamento da cadela caso as brigas sejam de origem hormonal é claro.

Em média, o cio das cadelas dura de 15 a 16 dias.

COMO IDENTIFICAR O CIO:
A região genital externa das cadelas (vulva) começa a inchar e observa-se um sangramento de leve a moderado. Chamamos de primeiro dia do cio, o dia em que se observa o início do sangramento.

FREQUÊNCIA DO CIO:
O cio das cadelas manifesta-se a cada seis meses, normalmente. Mas há cadelas cuja frequência varia a cada cinco ou sete meses. O importante é que o intervalo seja constante. Algumas cadelas não apresentam sangramento durante o cio. Nessas fêmeas, é muito mais difícil identificar o momento certo para o acasalamento.

As fêmeas têm cio até o final da vida. Não existe a “menopausa” em cadelas, mas elas possuem TPM, mas mesmo assim, ainda são menos perigosas que as mulheres. (brincadeirinha)

Cães machos são mais agressivos que as fêmeas?

cachorro2

O fator genético no que diz respeito à agressividade pesa muito no caráter do cão. Filhotes cujos pais são agressivos – descontrolados – têm mais chances de serem agressivos. Já a dominância pode ser adquirida na maneira com que o proprietário cria o cão.

Vejamos: o cão é da família dos caninos, que incluem lobos, raposas e coiotes. Eles vivem em matilha e toda matilha possui um líder que conquista este posto através da força ou por ser o mais esperto.

O cão da família também necessita de um líder e se o proprietário não impuser a liderança, o cão irá assumir o posto de líder. Fêmeas tendem a ser mais submissas, mas se você não for um líder, ela sentirá falta e irá assumir o posto vago.

Alguns machos disputam este posto mais vezes, sempre testando a liderança do dono. Se este fraquejar, “pumba”, perdeu. Mas há muitos casos de pessoas possuírem um casal e a fêmea ser a líder, pois nem o macho nem o dono tiveram capacidade de assumir a liderança.

Aqui em casa meus cães sabem quem manda.

1ª – minha esposa
2º – eu
3º – meus filhos Fellipe e Julio
4ª – eles (os cães)… haha.

Abraços!