Sabe de algum 0800?

cao-ao-telefone

Recebo dezenas de ligações por dia de pessoas pedindo uma opinião sobre o que o cachorro tem, o que pode ser ou se eu indico algum veterinário mais baratinho ou até alguém quem atenda de graça. Estou sem dinheiro, o que eu conheço é muito caro, não estou podendo gastar agora – estas são algumas desculpas de donos que dizem amar seus cães ou animais de estimação, mas na hora da necessidade dão para trás lindamente.

Eu fico P da vida com desculpas como essas. A pessoa arruma um jeito de comprar um celular de última geração, tá pagando internet e TV a cabo, tem internet no celular, coloca acessório no carro, e fica com desculpinha de que tá sem grana. Vou dizer a real, você não quer gastar porque é com um cachorro ou é um animal e você acha que será um dinheiro sem volta. Isso acontece principalmente com cães idosos, o dono acha inviável fazer um tratamento ou gastar com um veterinário porque acha que o cão já ta pra morrer mesmo e que isso é normal na idade que ele está. O que se passa na sua cabeça de verdade é “não vou gastar com ele, já tá velho mesmo, tá passando da hora de morrer”.

Se a carapuça serviu pra você, por favor acabe de puxar as bordas e cubra a sua cara de pau. Não dá pra acreditar que uma pessoa adota um cão sem saber que este vai envelhecer ou adoecer um dia! Acontece com toda especia animal, até agora não conheço nenhuma que viva eternamente ou que seja imune a doenças. Se você não sabia disso, fica meu alerta. Animais adoecem, ficam velhos, alguns desenvolvem doenças crônicas que necessitam de tratamento a vida toda… Por isso, seja responsável e reserve uma graninha pra utilizar numa emergência com seu animal de estimação, e se prepare para velhice dele.

Obrigado!!! Dino Adestrador

Cão em apartamento

cachorro-apartamento-4407

A Constituição e o Código Civil não proíbem a permanência de animais num apartamento e, se a lei não proíbe, então ela permite.

Assim, algumas leis de condôminos permitem animais de pequeno porte o que ao meu ver é uma lei feita por quem não entende nada de animais.

Se eu criar uma araponga ou um galo no meu apartamento darei mais aborrecimento aos vizinhos do que criar um cão da raça dogue alemão cuja característica é de latir pouco, bem menos que um pinscher, por exemplo.

Outro ponto mostrado pelos advogados que defendem animais em apartamentos é que, em palavras simples, o lar de um homem é seu castelo e esse pode ter o que quiser dentro dele, desde que não infrinja o Código Civil e a Constituição Brasileira.

Muitas pessoas desistem de lutar pelos seus direitos achando que vão perder nos tribunais, mas o que se vê é cada vez mais juízes dando ganho de causa aos donos e aos seus animais.

Mas lembre-se: você deve manter sempre a política de boa vizinhança. Não deixar seu cão latir atoa, manter seu cão preso a guia quando usar áreas comuns do condomínio, usar o elevador de serviço e não deixar seu cão fazer as necessidades fisiológicas em qualquer lugar, etc. Assim você mostrará que respeita o direito do seu vizinho e conquistará o seu de ter um animal de estimação.

Fazendo compras de Natal

shutterstock_227627728

Nesta época do ano o aumento da procura por animais para presentear as crianças aumenta muito. O cão lidera o ranking de animais procurados para presente.

Bom, você tem todo direito de presentear alguém com animal de estimação, mas você não tem o direito de tratá-lo como objeto.

Um cão é uma vida, respira, tem fome, tem sede, fica doente, fica velho, morre, e necessita de amor, carinho e atenção como todo animal. Isso é muito importante!

Se você vai presentear seu filho com um ser vivo, lembre-se que é você quem vai cuidar dele. E se no futuro você se desfaz do cão porque ele te deu trabalho, não se assuste se seu filho no futuro o colocar num asilo lhe abandonando porque você também estava dando trabalho, você que o ensinou a se desfazer das vidas que dão trabalho.

Se o “presente” for para um terceiro, tenha certeza que a pessoa a ser presenteada está realmente preparada para tal responsabilidade.

Bom, se depois dessa postagem você ainda estiver decidido a dar um animal de presente vou te dar mais uma ideia: adote um cão ou algum animal de rua, você estará presenteando dois seres vivos!

Do campo para a cidade

cachorro-no-apartamento

Bob morava numa chácara e havia mudado a pouco tempo para um apartamento. Sua família o levara, pois gostava muito dele e o queria por perto.

A vida de liberdade e espaço agora se transformara na apertada e corrida vida de um cão da cidade. Para compensar a mudança de ambiente, ele tinha seus passeios matinais e ainda recebia todos os mimos da família que o levava de 4 a 5 vezes para dar uma voltinha e fazer xixi.

O problema é que Bob não fazia suas necessidades dentro do apartamento, apesar da insistência de seus donos. Para Bob, ele saia para fazer as necessidades e a caminhada era a recompensa para isso, então ele segurava para que o levassem lá fora e isso acabou se tornando uma rotina.

Um local na sacada foi preparado. Colocamos os tapetinhos e até grama artificial para ajudar Bob. Mas ele era persistente, por isso pedi para que a família não saísse com ele enquanto não fizesse as suas necessidades lá.

No inicio, foi uma luta, Bob segurava até não aguentar mais. Soa cruel, mas o que vale ressaltar é que se o dono sede à pressão não haverá aprendizado.

Hoje, Bob sabe que ele sai para passear porque seus donos gostam dele e não somente para que ele faça as suas necessidades.

Bem-vindo à cidade Bob!

Vídeos violentos

shutterstock_52418356

Todos os dias recebo videos de animais sendo mortos ou torturados. Acordar e se deparar com um vídeo desses estraga meu dia.

Não sei o que as pessoas que enviam vídeos deste teor acham de bom nisso ou de produtivo. Será que pensam que eu ficando indignado ajudará em alguma coisa???

Dizem que é para chegar até as autoridades para que sejam punidos. Então envia o vídeo direto para eles, pô!!!

Mas o que eu acho mesmo é que eles esperam um linchamento dos autores em praça pública para vingar a barbárie, combater a violência com mais violência. Na verdade, quem pensa assim não está muito longe do assassino ou torturador de animais.

Todos temos uma centelha de ódio pronta para virar uma chama, basta alguém assoprar e nos tornamos tão cruéis quanto qualquer assassino de animais. Mas quem realmente ama animais não propaga a antiga Lei de Talião “olho por olho, dente por dente” ou qualquer tipo de violência.

Muitos desses vídeos foram tirados de páginas de horror. Alguns tem mais de um ano e alguns dos participantes destes já foram punidos. O que grande parte das pessoas que compartilham esses vídeos gosta é de sensacionalismo.

A violência contra animais aumentou muito, mas, na verdade, ela sempre esteve ai o que aconteceu é que as redes sociais a tornou pública.

O que aprendi é que o amor sim deve ser semeado, cultivado e compartilhado. Já o ódio deve ser exterminado. Não deixe brotar no seu coração essa semente de ódio.

Por favor, não compartilhem esses videos comigo.

Achado não é roubado

achado

Sequestrar cães esta se tornando uma prática comum. Tendo em vista que muitos donos tem os animais de estimação como membros da família, os criminosos veem a prática como uma forma de extorquir suas vítimas. Está cada vez pior, ao ponto de você estar passeando com seu cãozinho e tê-lo levado sob ameaça de um revólver.

Mas quero lembrar que também vejo casos em que muitas pessoas dizem que tiveram seu cão roubado quando estavam dando a famosa voltinha pela vizinhança e o cão é levado por uma pessoa que acha que este estava perdido.

A lei de posse responsável não se estende apenas a proprietários de cães de raça, de guarda ou grande porte. Donos de pequenos cães, inclusive os SRD (sem raça definida), também tem que cumprir normas de segurança, mantendo seus cães na guia durante o passeio, recolhendo suas fezes das calçadas, etc.

Se você solta seu cão sem identificação e este é encontrado e levado por alguém, isso não configura roubo nem sequestro, configura sim falta de responsabilidade de sua parte. Se seu cão está solto na rua e ele é atropelado por um motociclista que se machuca, caberá uma representação dele na justiça contra você, dono do cão.

Deixar um cão sair pra fazer o xixi e o coco na calçada do seu vizinho, além de ser uma baita falta de educação, mostra que você não esta dando a devida atenção a ele. Não quero entrar em debate de nenhum caso, estou apenas colocando o que é correto a se fazer, e o que é incorreto também, para que sirva de exemplo.

Não deixe seu cão dar a famosa voltinha, pois ele pode contrair doenças, fazer sujeira em lugares indevidos, ser levado por estranhos, ser atropelado e causas graves acidentes, dos quais você será o responsável.

Ah, e resumindo: achado não é roubado!

Leia no Portal GCN: Marley sai para fazer xixi no Palma, é sequestrado e ‘devolvido’ dias depois

Meu cão está “caducando”

cao velho

Então ele começa a latir pro nada, parecer que não escuta, demorar a atender comandos. Seu cão pode estar com Demência. 50% dos cães acima de 11 anos apresentam sinais de demência. Em alguns casos já a partir dos 7 anos. Quando ele está nessa situação não só sua vida começa a ficar comprometida, mas também a sua família.

Por isso, a atenção da família a sinais de demência do cão devem ser redobradas para que um tratamento seja realizado o mais cedo possível. Preste atenção em sinais como desorientação, ansiedade, diminuição da vontade de brincar, urinar e defecar fora do lugar certo, diminuição dos reflexos, perda do apetite, convulsões e alteração entre dia e noite.

Infelizmente não existe uma cura para essa doença, mas é possível retardar o seu avanço. Fornecer um ambiente sem estresse e agradável com atividades físicas e interação com o cão, procurando ensiná-lo comandos novos, são alguns benefícios que podem retardar a doença, além do suporte médico veterinário é claro.

A velhice chega para qualquer ser vivo, mas a boa qualidade da velhice ainda é para poucos, infelizmente.