3 cãezinhos lindos

cachorrinhos-de-pelucia-pequenos-3-unidades-20066-MLB20183140985_102014-O
Uma cliente de Goiás, que tem parente aqui na cidade, trouxe 3 cães totalmente sem limites para casa da mãe a fim de iniciar uma mudança na vida de todos. Entrou em contato comigo através de uma página social e marcou a data de vir a Franca para resolvermos alguns probleminhas.

Seus cães brigavam entre eles. A cadelinha maior batia na Pintcher e azucrinava a vida do machinho mais velho. No carro latiam o tempo todo e quando viam o frentista, queriam mata-lo (também com preço da gasolina até eu…kkkkk). Se o interfone toca os latidos tomam conta da casa, se a porta é aberta correm pra rua e ninguém pega.

A primeira coisa que faço na primeira entrevista é estudar o perfil do dono e sempre ouço as mesmas coisas, ou seja, desculpas que os donos usam pra amenizar sua frustração pela falta de liderança.

Veja algumas delas:
Ele até que me obedece, só não gosta que eu segure nas patinhas dele e coloque a guia pra passear.

Ele é bonzinho só não pode ver criança

Ele é esperto porque quando ele quer ele faz.

Ele é muito amoroso dorme comigo mas quando mexo na cama ele rosna.

Notaram que não tem lógica dizer que ele até que obedece, mas não gosta que segure nas patinhas?! Ou que ele é bonzinho e não pode ver criança?! Que ele é amoroso mas rosna!?.

Cães bonzinhos são bonzinhos com todos. Cães amorosos são tolerantes, cães obedientes deixam você vira-lo do avesso…rs.
Bom, feito a entrevista coloquei a dona pra fazer uma série de exercícios. No início a rebeldia dos cães, o tom de voz, a postura do corpo e até mesmo a respiração da dona fizeram diferença. Tive que corrigir tudo isso na dona para, então sim, conseguir resultados.

Já estamos na terceira aula e os cães já não latem tanto quando o interfone é tocado, já não ficam com focinho na porta tentando uma fuga assim que a porta abrir, já andam no carro como seres civilizados, deixando até mesmo o frentista abastecer o carro….rs.

O trabalho ainda vai durar algum tempo e continuará quando sua dona voltar pra sua cidade e, se Deus quiser, manter toda liderança que ensinei a ter.

Anúncios

Como escolher um filhote

1600x1200
Então você resolveu ter um filhote? Lembre-se que você terá muita responsabilidade, mas saber escolher pode ajudar a não ser tão difícil essa missão para você.

Macho ou fêmea?

Machos tem o probleminha da marcação de território, quando excitados sexualmente podem causar constrangimento, se não forem educados a se comportarem.

Mas nada que uma castração não resolva.

A fêmea entra no cio duas vezes no ano, então manchas de sangue pela casa e cães de rua na porta, por causa do cheiro que os atrai, serão inevitáveis.

No entanto, o mercado disponibiliza fraldas ou calcinhas que impendem da cadelinha sujar a casa toda. A castração também seria uma ótima opção neste caso.

Com pedigree ou vira-latas?

Nos vira-latas o cruzamento aleatório pode ser uma incógnita quanto ao comportamento do animal. Alguns podem ser muito hiperativos ou desenvolver agressividade, mas os com pedigree também podem ter o mesmo perfil, por isso ao adquirir tenha certeza que o criador faz seleção de temperamento.

Pelo longo ou pelo curto

Ao contrário que muitos pensam pelo curto cai também, ou seja, aparece mais pela casa toda do que dos cães de pelo longo.

O que acontece é que os cães de pelo longo quando caem se transformam em nós e ficam presos aos que permanecem no corpo. Os de pelo curto, por não ter aonde se prenderem, ficam pela casa ou quintal. A manutenção de banhos do cão de pelo longo é maior necessitando de banhos semanais, enquanto um de pelo curto poderá tomar banho a cada 15 dias ou dependendo do seu dono.

Seja comprando, adotando, resgatando da rua o importante é ter em mente que cães não são objetos, devem ser amados e principalmente educados.

Obrigado!!! Dino Adestrador

  A água que seu cão bebe

bebedouro-torneira-para-caes_1

Já vi donos me dizendo que dão água filtrada para seus cães e me perguntam se estão corretos. Claro que estão!

Mas isso quer dizer que o dono que dá água da torneira para o seu cão está errado? Claro que não!

Água de torneira também é tratada, pelo menos algumas, então não há problema neste sentido.

A água do seu cão deve estar limpa e fresca. Deve-se ter cuidado com vasilhas no sol ou acumulo de lodo no local que ele bebe.

Ele pode ingerir bactérias que poderão causar problemas gástricos se você não se atentar a estes cuidados básicos.

Mas quanto meu cão deve beber de água?

Não existe uma precisão, alguns dizem que um cão de até 7 quilos deve ingerir por dia 165 ml, mas, isso depende do tempo, calor ou frio. Fique tranquilo, se seu cão está saudável ele saberá o quanto deve beber.

Eu não gosto de vasilhas que mantem muita água, por causa daquela baba que vai se formando a medida que o cão bebe. Prefiro ter que trocar água pelo menos duas vezes ao dia assim lavo bem a vasilha, mantendo a higienizada.

Existe também o lambe e bebe que vai direto na torneira e sai água assim que o cão passa a língua. Mas, de vez em quando verifique se esta funcionando e se a quantidade de água que sai é o suficiente.

Em caso de diarreia ou vômito, o cão passará a ter necessidade de mais água ou até mesmo o uso de soro de hidratação. Por isso, fique atento e consulte o veterinário o quanto antes. Se isso for feito mais rápido seu cão irá se recuperar.

Obrigado!!! Dino Adestrador

Inibidor de latidos

276677_Papel-de-Parede-Cachorro-com-Fone-de-Ouvido_1920x1200
Esta semana recebi uma ligação de uma moça que estava se sentindo incomodada com um barulho. Pelo que me descreveu era um barulho de alta frequência, que pode ser emitido por aparelhos eletrônicos, mas já vi ser emitido mecanicamente, por exemplo, por um motor com seu rolamento sem lubrificação – este tem atrito ferro com ferro o que gera um ruído muito agudo que pode incomodar muito alguns humanos e principalmente os cães.

Digo alguns humanos, pois não são todos que percebem, pessoas mais idosas podem não ouvir devido à perda da audição.

O ouvido humano ouve numa frequência diferente a dos cães, mas sons ultrassônicos podem ser percebidos por nós.

Ela me contou que um vizinho havia reclamado dos latidos dos cães da vizinhança e como ninguém tomará providência este adquiriu um aparelho de uso externo, ou seja, preso a uma parede no ambiente, que depois de instalado na garagem foi um sucesso para corrigir os latidos durante a noite.

Estes aparelhos estão à venda na Internet, mas o que mais me preocupa é que alguns não têm nenhum certificado de fabricação emitido por algum órgão confiável que atesta que não seja prejudicial à saúde.

Este aparelho emite um apito ultrassônico toda vez que o cão late, ou seja, apenas o latido do cão o faz disparar. Mas, o que me deixa intrigado é que este esta emitindo um som constante, o que esta mantendo os cães quietos, tristes e incomodando as noites de sono de alguns vizinhos. Pode ser que o aparelho esteja com defeito.

Por isso se você tem um aparelho semelhante verifique se este tem um led que acende toda vez que é acionado, assim você saberá caso não escute o sinal sonoro o momento em que ele esta em funcionamento. Barulhos emitidos constantemente nesta frequência podem causar desorientação, dores de cabeça ou sabe lá o que mais. O correto é o aparelho emitir um curto sinal sonoro apenas quando o cão latir se o cão estiver em silêncio este também ficará.

Obrigado!!! Dino Adestrador