Tomy! A saga continua

Conforme disse no post anterior fui visitar Tomy. Ele mora numa casa grande, tem livre acesso a certas partes, e por incrível que pareça, essa ordem, ele acata, pois foi uma das primeiras que ele foi condicionado, por isso Tomy não passa do portão de saída nem entra nos quartos. Mas demais ordens ele não obedece de jeito algum.

Ao chegar, como sempre faço, cumprimentei o dono da casa primeiro e isso já gerou um conflito no cão que sempre teve atenção exclusiva. Mantive-me conversando com sua dona e não demorou muito para Tomy mostrar seus sinais de dominância.

Logo começou a pular no colo de sua dona exigindo carinho. Pedi para que ela não desse bola e continuasse a fingir que ele não estava ali.

Então ele saiu da sala e voltou com um Papai Noel de pelúcia, que colocou na minha frente, montou no bicho e freneticamente se colocou a fazer simulação de copula nele. Coitado do Papai Noel (hahaha)

Continuei a conversa não dando bola para o ato, então ele começou a rosnar olhar para mim querendo atenção. Me levantei, pisei na pelúcia e não demorou para me avançar seguido de uma mordida no meu pé. Mas o que ele não contava era que eu não recuei, permaneci com o pé em cima do boneco, enquanto ele puxava como se fosse um cabo de guerra.

Me abaixei e dei um cutucão lateral seguido de um forte e sonoro SHIIIIIIii. Ele soltou o boneco e pulou tentando pegar minha mão. Joguei o corpo para frente como se fosse enfrenta-lo, algo que ninguém tinha feito até então. Ele parou e apenas rosnando se afastou do boneco.

Hora outra ele tentava pega-lo, mas dessa vez fui mais incisivo e zanguei me mantendo firme mostrando que o boneco era meu. Com o passar do tempo ele foi parando de insistir e desistiu. Esperei mais um pouco, peguei o boneco e ofereci a ele. Ele o pegou e deitou em cima novamente. Esperei um tempo e pedi que me soltasse o boneco, no momento ele rosnou, mas logo abandonou resolvendo não me enfrentar.

Será um trabalho árduo nessa casa, mas importante que todos estejam dispostos a mudar para que a harmonia volte a viver nessa casa.

Aí o Tomy

DSC01946

Anúncios

2 pensamentos sobre “Tomy! A saga continua

  1. Olá Dino, deparei-me com o seu blog, encontrei posts bem bacanas, porém este me chamou atenção.
    Se me permite, gostaria de comentar os seguintes pontos, apenas meu ponto de vista e baseado no que estudei, é diferente do método que você tem utilizado mas acredito que pode te ajudar:

    o cão nitidamente não sabe o que fazer e muito provavelmente possui um histórico de receber atenção em situações inadequadas. Nunca foi ensinado a ficar junto, a sentar calmamente próximo do dono quando há visitas no portão. Você relatando o adestramento parece uma zona de guerra rs mordida, cutucão, chiado, rosnado, zangado… muito provavelmente ele vai associar a sua presença com a punição, e não o comportamento dele: ninguém vai bater no cão todas as vezes que o virem fazendo um comportamento inadequado, por ser realmente perigoso.

    Sobre o fato dele querer mostrar “quem manda” no portão, você tem uma excelente oportunidade de associar a sua presença com algo bem bacana: comida rs é algo passivo, o cão simplesmente recebe comida a partir do momento em que ele nota sua presença, nada demais. Funciona até se fosse uma fralda suja de bebê, ele viu a fralda suja, recebe comida. Com algumas repetições, ele vai associar a sua presença com algo bom. Teoricamente isso se chama Condicionamento Clássico. Dessa forma, o cão entende que é ótimo você aparecer e não há necessidade de zona de guerra, nem nada que gere estresse e que desperte reações defensivas (e neste caso são nítidas e passaram do que ele aguenta).

    Depois que ele associa sua presença com comida, o fato de ele, por exemplo, se sentar quando você está no portão também deve ser associado com comida. Toda vez que ele for até o portão, você estiver lá e ele se sentar (ou algo próximo disso, se manter calmo), ele receberá algum petisco bem saboroso. Com o tempo, outras pessoas podem revezar estar no portão, e repetindo algumas vezes essa consequência (dar comida após alguém chegar no portão e ele se sentar ou ficar calmo), ele entenderá essa situação como algo recompensador e saberá o que fazer, ao invés de pular, latir, trazer todos os brinquedos da casa que deveriam estar guardados e copular, ele se sentará, gradualmente adestrado a ficar cada vez mais. Isso se chama Condicionamento Operante.

    Sobre morder a dona após o carinho, ele foi ensinado a tolerar carinhos, principalmente na cabeça? Será que os donos percebem a linguagem corporal e entendem que o cão não está gostando? Ao receber carinho, o cão abre a boca, esparrama a lingua, olhos semi fechados, musculatura relaxada, orelhas pra baixo ou ele fica todo enrijecido, olhando “de lado” com um olho bem grande mostrando uma meia lua branca, pupilas dilatadas, orelhas pontuda pra trás, rabo encolhido, boca fechada e dura, lambendo os lábios e virando pros lados? O carinho é encima da cabeça de forma intensa ou dos lados, devagar, o cão fecha os olhos ou abre bem aberto?

    Boa sorte.
    Abraço,
    Marcelo

    • Ola Marcelo não sei se ja ouviu a seguinte frase “A unica coisa que 2 adestradores concordam é que um terceiro esta errado”…kkkk mas fique tranquilo não é o meu caso. Gosto de ouvir e somar experiencias pois o que conhecemos dos cães creio que não da 10%. Agradeço suas dicas realmente vc tem razão. Mas meu intuito é estabelecer uma hierarquia. No momento já estou na fase de associar tudo q ele faz de bom com petiscos e outros agrados. Estamos tendo resultados e a tolerância dele melhorou muito. Sua dona esta dosando os carinhos e atenção e só fornecendo qdo este se mostra tranquilo e submisso. Mais uma vez obrigado pela atenção e simpatia…gde abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s