Hiperatividade

bagunca-cachorroQuem tem um cão hiperativo sabe o trabalho que ele dá.

O cão corre, pula, destrói, late, morde brincando, ou seja, não para um segundo. Cada cão possui um determinado nível de atividade e pode variar bastante de raça para raça e de indivíduo para indivíduo.

Alguns cães podem ser considerados normais por alguns especialistas e hiperativos por outros. Muitas vezes o dono se sente sufocado, pois o animal não para quieto ou não para de querer chamar a atenção, buscando objetos, destruindo móveis, choramingando e latindo.

Alguns desses cães costumam acabar trancados dentro de um canil ou separados fisicamente do convívio familiar, solução que eu acho muito cruel. Um cão pode demonstrar hiperatividade nos primeiros meses de vida. Sabe aquele filhote que vem correndo até você, fica abanando o rabo o tempo todo e lambendo suas mãos? E você no futuro diz: “Na verdade nós não escolhemos, ele que nos escolheu”.

Pois é, esse é o comportamento de um típico filhote que no futuro pode ficar hiperativo.
Muitas pessoas também escolhem a raça errada, ou seja, muitas raças foram selecionadas para o trabalho como os cães de pastoreio. Esses tem um grau de atividade muito alto, fazendo-se necessário realizar muita atividade física já que foram selecionados para trabalhar com gado e correr nos pastos atrás deles. Imagine você levando um desses para morar com você num apartamento?

Cães com distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade costumam ter dificuldade de se concentrar apenas em um estímulo, dando a impressão de estar prestando atenção em tudo ao mesmo tempo. De maneira semelhante ao que ocorre com crianças com o mesmo diagnóstico, o tratamento pode ser feito com anfetaminas, que, nestes casos, em vez de aumentar a atividade, como seria o esperado em um indivíduo que não sofria desse mal, tende a reduzi-la a níveis normais.

Alguns cães aprendem a controlar a ansiedade por meio de alguns comportamentos, como o de mastigar algum objeto enquanto recebem carinho. Esses animais, assim que avistam alguém, procuram imediatamente um brinquedo para ficar mordendo. Essa pode ser uma solução saudável encontrada por eles mesmos para uma ansiedade excessiva. O hipertireoidismo e o aumento dos níveis de estrógeno também podem ser as causas de hiperatividade.

Exames de sangue podem ser úteis para o diagnóstico do problema.
Evite escolher o filhote mais agitado da ninhada, pois o filhote pode já estar demonstrando um comportamento hiperativo. Além de observar os filhotes, experimente fazer um carinho relaxante (massagear calmamente o animal enquanto fala com ele) e observar seu comportamento. Alguns poderão relaxar e curtir o carinho, enquanto que outros podem ficar cada vez mais excitados. Os que ficarem mais agitados têm uma maior chance de ser hiperativos.

Anúncios

Um pensamento sobre “Hiperatividade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s